Como diminuir o tempo de máquinas paradas para aumentar a produção

Compartilhe com os amigos

Como diminuir o tempo de máquinas paradas para aumentar a produção

Através deste artigo, saiba como diminuir o tempo de máquinas paradas, de modo a aumentar a produção

Para qualquer dono de empresa, o tempo de parada de máquinas pode representar danos irreparáveis, que podem comprometer cronogramas e, principalmente, a produção.

Por isso, cabe às empresas elaborarem estratégias que evitem máquinas paradas e, consequentemente, quedas na produção.

Tendo em mente a importância do tema, listamos algumas dicas importantes para diminuir o tempo de máquinas paradas, a fim de aumentar a produção.

1) Registre as paradas das máquinas

A primeira dica que você precisa saber é que deve anotar e registrar toda e qualquer parada de máquina. Somente dessa forma você saberá com qual periodicidade as paradas ocorrem.

Como diminuir o tempo de máquinas paradas para aumentar a produçãoUma vez que as empresas realizam o registro, torna-se mais fácil acompanhar o ritmo da produção, assim como identificar e corrigir problemas.

Por exemplo: imagine que uma das máquinas pare com uma frequência mensal. Após alguns meses, a máquina apresenta paradas quinzenais, em média.

Através do registro feito, fica mais perceptível que o intervalo de paradas diminuiu (de uma vez por mês para a cada 15 dias).

Portanto, torna-se evidente que empresa precisa realizar uma medida corretiva o quanto antes, para não comprometer ainda mais a produção.

Então, com o registro sendo feito periodicamente, com certeza fica mais fácil tomar uma decisão acertada.

Lembre-se: sempre que uma máquina parar, além de registrar o dia e a frequência com que as paradas acontecem, é importante anotar o tempo em que as máquinas ficam paradas.

2)  Defina os motivos das paradas

Após realizar o registro, a dica é definir os motivos de cada uma das paradas. Isto é, você deve identificar a razão pela parada repentina, de forma a identificar o problema, tornando a correção mais eficiente e rápida.

Quanto mais rapidez na definição dos motivos da parada da máquina, mais rápido ela voltará à ativa.

3) Fique atento aos equipamentos gargalos

Os gargalos são conhecidos como os equipamentos que ditam o rumo e produção da empresa. Em outras palavras, eles são considerados as máquinas imprescindíveis para o bom funcionamento da empresa.

Por isso, tenha um cuidado redobrado com esses equipamentos, uma vez que falhas podem comprometer ainda mais a produção.

4) Invista em manutenção preventiva

A melhor forma de garantir uma produção com menos paradas de máquinas é realizando a manutenção preventiva.

Esse tipo de serviço tem como objetivo manter uma rotina baseada na prevenção, realizando a checagem periódica dos equipamentos.

Dessa forma, quaisquer problemas que a máquina possa oferecer são identificados de forma precoce.

Muitas vezes, por omissão das empresas, as máquinas que não revisadas periodicamente apresentam falhas que passam despercebidos.

Com isso, esses problemas menores acabam transformando-se em algo mais grave, que pode gerar quebra parcial ou completa da máquina.

5) Estabeleça uma rotina de conscientização

Oriente a equipe para que todos possam estar cientes dos seus deveres quanto ao funcionamento das máquinas.

Caso algum problema aconteça com as máquinas, os operadores devem estar preparados para agir da maneira correta, seja constatando eventuais falhas ou avisando o setor responsável pelo reparo.

Por isso, criar uma rotina de conscientização é tão importante, já que através dela todos ficam cientes dos seus deveres, em prol do bom andamento do trabalho e, consequentemente, da produção.

Agora que você sabe mais sobre como diminuir o tempo de máquinas paradas, as chances de aumentar a produção aumentam consideravelmente.

Leia também nosso artigo sobre manutenção hidráulica industrial.

Como diminuir o tempo de máquinas paradas para aumentar a produção

 


Compartilhe com os amigos

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *